Muitas das atuais inovações da cosmética vêm da Ásia. Desenvolvidos nos laboratórios científicos das principais marcas de cosmética desta região do globo, são muitos os produtos e as formulações que prometem revolucionar o mercado e até alterar as rotinas de beleza de muitos consumidores globais. Entre 2009 e 2016, as exportações de cosméticos da Coreia do Sul para o resto do mundo atingiram números impressionantes.

Em apenas sete anos, cresceram dos 415 milhões de dólares, cerca de 339 milhões de euros, para os 4,18 mil milhões de dólares, perto de 3,42 mil milhões de euros. Muitos especialistas, atentos ao fenómeno, já identificaram 10 das novas tendências de beleza a ter debaixo de olho nos próximos tempos.

1. PRODUTOS QUE REPARAM A BARREIRA NATURAL DE PROTEÇÃO DA PELE

As agressões exteriores e a falta de hidratação são apenas duas das causas que danificam a camada exterior da epiderme que têm a função de a proteger. Para manter a pele saudável, firme e hidratada, a aposta passa por formulações, menos abrasivas, que não retiram a oleosidade natural dos tecidos cutâneos, comprometendo essa função de proteção.

 

2. COSMÉTICOS QUE GARANTEM RESULTADOS PRÓXIMOS DOS DOS TRATAMENTOS CLÍNICOS

Incorporar na formulação dos produtos ingredientes, complexos e tecnologias (ainda) mais avançados é outra das permissas. Algumas marcas europeias têm vindo a adotar esta tendência, apresentando cosméticos com formas de aplicação diferenciadoras e com uma galénica que visa garantir resultados próximos dos dos tratamentos e dos procedimentos estéticos de muitas clínicas e institutos.

3. MAQUILHAGEM COM TRATAMENTO

Aproveitar a rotina de maquilhagem das mulheres para criar blushes que protegem a pele dos raios solares, batons que hidratam os lábios, cremes que funcionam como primers ou até bases com ácido hialurónico que combatem as marcas de envelhecimento da pele é uma das pretensões de muitas marcas. Muitos especialistas garantem que o futuro passa pela comercialização destes produtos híbridos.

4. MÁSCARAS DE ÚLTIMA GERAÇÃO

Em tecido ou em creme, hidratantes ou desintoxicantes, são atualmente muito diferentes do que eram até ainda há poucos anos, mas também aqui têm sido muitas as inovações. Algumas já são comercializadas com cremes de limpeza e/ou com hidrogel ou com essências de colagénio que reforçam e potenciam o efeito da formulação da máscara. As que podem ser mantidas no rosto durante a noite têm vindo a registar grande procura.

5. PRODUTOS DE CUIDADO QUE CURAM A EPIDERME

Em vez de cobrir as imperfeições da pele com maquilhagem, a abordagem tem vindo a mudar. Recorrer a produtos de cuidado de rosto e corpo que limpam, acalmam e nutrem a epiderme, muitos deles com ingredientes vegetais de origem natural na sua formulação, é outra das tendências que muitos especialistas do setor apontam.

 

6. PEELINGS FACIAIS E LABIAIS

Nos últimos anos, muitas marcas apostaram nos produtos peel-off. Em 2017, foram muitas as mulheres e também os homens que os experimentaram. Não é, por isso, de estranhar que o mercado esteja a ser inundado de cremes que esfoliam a pele e de batons que removem as células mortas dos lábios.

7. USAR CREMES E SÉRUNS PARA ILUMINAR A PELE

Exibir um aspeto natural e autêntico é a preocupação de muitos. O recurso a séruns prensados e a cremes de cuidado de dia que iluminam naturalmente a pele tem sido, nos últimos tempos, recomendado por muitos especialistas e até por maquilhadores de referência, que os usam sobretudo para valorizar as maçãs do rosto. Ao contrário dos líquidos, os séruns compactos são mais facilmente absorvidos pela epiderme.

8. COSMÉTICOS QUE COMBATEM A POLUIÇÃO

A poluição é uma dos principais fatores de envelhecimento da pele. Muitos especialistas defendem, contudo, que muitos dos cosméticos no mercado não conseguem combater nem erradicar totalmente os agentes poluidores microscópicos que afetam a saúde da epiderme. Para contrariar essa situação, muitas marcas estão a apostar em produtos com propriedades anti-inflamatórias e até a reforçar a sua função antioxidante.

9. CUIDADOS DE BELEZA PORTÁTEIS

Tal como sucede com os batons e com as sombras, disponíveis em embalagens de pequenas dimensões que podemos ter sempre facilmente à mão, a ideia é replicar o modelo de negócio também nos cuidados de rosto e corpo. O desenvolvimento e a comercialização de embalagens mais pequenas e fáceis de transportar é outra das tendências que muitos fabricantes já estão a seguir.

10. TRATAMENTOS PARA A ACNE SEM QUÍMICOS NEM FÁRMACOS

Em muitos países asiáticos, os tratamentos para a acne sem químicos nem fármacos são os mais procurados. Em vez de recorrer a substâncias artificiais desenvolvidas em laboratório, muitas empresas do setor têm vindo a preferir ingredientes naturais menos agressivos, como é o caso da vitamina C, do mel, da argila, da lama e até de alguns alimentos probióticos.