Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Girls can !!

Lifestyle

Lifestyle

Girls can !!

31
Dez17

Adeus 2017...Olá 2018!!!!


Cátia Sofia Santos

Olá meus amores,

 

Passo por aqui para vos desejar os excelente 2018, que tenham tudo o que desejam, que seja um ano tão bom ou melhor que 2017!!

 

Que 2018 traga mais post's, e muitas mais coisas!!!

 

 

SEJAM FELIZES!!!! 

 

 

 

 

IMG_1362.JPG

 

05
Dez17

20 FRASES INSPIRADORAS QUE O VÃO TORNAR NUMA PESSOA MELHOR


Cátia Sofia Santos

Estudos e especialistas internacionais asseguram que as ações que motivam gestos de bondade, de caridade e de generosidade têm um impacto positivo direto na vida de quem os pratica.

 

Um estudo da Universidade de Manchester, em Inglaterra, tornado público no início de novembro de 2017, defende que as pessoas que, no seu dia a dia, interagem com os que lhe estão fisicamente mais próximos correm menos riscos de poder vir a sofrer de demência. Ser bom e ajudar os outros não só (nos) sabe bem como também faz bem à saúde, revela a investigação britânica.

Financiado pelo Economic and Social Research Council e pelo National Institute for Health Research, o trabalho foi desenvolvido nos últimos cinco anos. «É um dos primeiros e um dos maiores estudos a investigar como é que as pessoas com demência e as que as rodeiam convivem com a sua vizinhança», informa a universidade em comunicado.

Para que se possa tornar numa pessoa melhor e, simultaneamente, preservar a sua saúde mental, damos-lhe a conhecer 20 frases inspiradoras e aspiracionais que deve procurar adotar no seu dia a dia:

1. Quando chove, procure o arco-íris. Quando está escuro, tente encontrar estrelas. Sem escuridão, elas não podem brilhar.

2. Os olhos são inúteis quando a humanidade é cega.

3. As pessoas boas são como as velas. Muitas vezes, queimam-se para iluminar os outros!

4. Procure ser sempre o tipo de pessoa com quem gostaria de se dar.

5. Ter paciência não é ter capacidade de esperar. É ter habilidade para manter uma atitude positiva enquanto se espera.

6. Um coração bom consegue trazer para a vida dos outros coisas que nenhum dinheiro do mundo pode comprar.

7. Deixe de ter medo do que pode correr mal e pense no que pode correr bem.

8. Por muito que viva, não voltará a viver o dia de hoje. Por isso, faça com que cada segundo valha a pena. Para si e para os outros!

9. Antes de falar, oiça. Antes de reagir, pense. Antes de criticar, espere. Antes de rezar, perdoe. Antes de desistir, tente.

10. As estradas mais difíceis levam, muitas vezes, aos destinos mais belos.

11. Afaste-se das pessoas negativas. Elas têm um problema para cada solução!

12. Nem todos os dias são bons mas todos eles trazem sempre algo de bom.

13. Deixe o seu sorriso mudar o mundo e não o mundo acabar com o seu sorriso.

14. Por vezes, temos de nos esquecer de quem nos fez mal e do que correu menos bem no passado, para conseguir apreciar o que nos envolve e aqueles que nos rodeiam nos dias de hoje.

15. Todos conseguem descobrir um pedaço de terra e de lama nos outros. Tente ser sempre a pessoa que, depois de escavar, consegue chegar ao ouro.

16. Nunca se arrependa de uma coisa que o fez sorrir.

17. Um dos grandes prazeres da vida é fazer coisas que os outros nos dizem que não podemos fazer.

18. A nossa vida é a mensagem que enviamos ao mundo. Certifique-se sempre que a sua é inspiradora!

19. Seja simpático, esforce-se, mantenha a humildade, sorria muitas vezes, seja leal, viaje quando possível, nunca deixe de aprender, agradeça sempre e ame.

20. Seja uma boa pessoa mas não perca tempo a prová-lo!

04
Dez17

O AMARGO SABOR DA DESILUSÃO PODE, AFINAL, DEIXAR UM TRAVO ADOCICADO


Cátia Sofia Santos

A princípio, é amarga e desagradável mas, se for bem mastigada e digerida, pode proporcionar um sabor doce no final. Se já a experimentou, vai querer ler o que se segue!

 

Quando colocamos expetativas em algo ou alguém, existem três coisas que podem acontecer. Uma agradável surpresa quando a realidade supera aquilo que esperava, a constatação daquilo que já sabia que ia acontecer ou, na pior das hipóteses, a desilusão. Esta provoca alguns dissabores, mas pode também conduzir a um maior conhecimento acerca dos outros e de nós mesmos.

Em muitas situações, age sobre nós, tornando-nos mais fortes e resistentes às deceções que possam surgir no futuro. Prepare-se para se desiludir e seguir em frente. Até porque, de acordo com quatro estudos da Wharton School of the University of Pennsylvania, nos EUA, citados por vários órgãos de comunicação de social nas primeiras semanas de novembro de 2017, não tem de ser má. 

Tal como a raiva que muitas vezes gera, a desilusão pode vir a revelar-se uma ferramenta útil no mundo competitivo em que atualmente vivemos. Quando confrontadas com situações que as surpreendem pela negativa, a reação tende a não ser a melhor. «As pessoas escolhem ficar irritadas intuitivamente», afirma o investigador Maurice Schweitzer. Um sentimento que as pode impelir a agir proativamente.

O que a provoca

Podemos desiludir-nos com tudo o que existe na nossa vida, o que inclui acontecimentos, situações e pessoas. No entanto, as deceções que têm mais impacto emocional e nos causam mais dores de crescimento são as que sentimos relativamente aos outros, porque levam à quebra de confiança na pessoa e na própria vida, que são os pilares fundamentais para nos sentirmos seguros.

Ocorrem quando alimentamos a expetativa de que o outro funcione exatamente como nós planeámos, algo que ele não pode, não quer ou não sabe dar-nos. A autodesilusão é também muito dura de sentir. Leva-nos a achar que não fomos suficientemente capazes, que, afinal, não conseguimos alcançar algo ou dar a volta a uma situação. Faz com que deixemos de gostar de nós e cria um sentimento de insuficiência pessoal.

Não se iluda

Toda a desilusão sentida por questões que nós não podemos controlar, que não dependem diretamente de nós, não deveria dececionar-nos. É o caso dos desapontamentos que sentimos quando os outros não respondem a uma situação da forma como nós desejamos. Não nos podemos esquecer que o outro está a viver o seu próprio sistema de referências.

Ao fazê-lo, está também a avaliar cada situação de acordo com a sua experiência e a sua autoconsciência. Não ser pedida em casamento no dia que imaginámos ou não receber o pedido de desculpas que aguardamos, por exemplo, são algumas das situações que não podemos controlar. E, para muitas pessoas, essa incapacidade de conseguir dominar tudo o que as rodeia é difícil de aceitar.

Esquecemos-nos em permanência que criamos a vida à medida do que imaginamos e quando essa vida inclui os outros, tendemos a esquecer que eles estão a fazer o mesmo que nós. Um equilíbrio nem sempre fácil de conseguir e de obter, como também defendem muitos psicólogos e muitos investigadores que participaram em estudos internacionais sobre o tema.

Ajuste as suas expetativas

A relação entre expetativas e desilusão é total, uma vez que nos desapontamos na medida das expetativas que criámos. E, por isso, há quem passe a vida a tentar não esperar nada para não experimentar a desilusão ou para não voltar a senti-la. No entanto, viver sem expetativas é evitar viver a vida, com tudo o que isso significa. É estar agarrado ao conhecido e ao que sempre foi feito.

É viver com medo que, caso as coisas fujam do nosso controlo, não consigamos superar quem nos desapontou. Embora a conduta do outro possa dececionar-nos, tal não nos deveria preocupar tanto quanto o facto de não sabermos gerir as nossas expetativas e de colocarmos no outro o ónus da nossa desesperança e desilusão. Tal não significaque tem de baixar os seus padrões.

03
Dez17

CONSERVE AS SUAS MALAS


Cátia Sofia Santos

Por vezes as senhoras não guardam nem conservam as malas da maneira mais correta e sendo um dos itens que mais usam, deveriam redobrar cuidados. Descubra quais as dicas para uma melhor conservação das mesmas e para que fiquem sempre perfeitas.

 

Com a correria do dia a dia na vida de uma mulher, quando chega a casa a última coisa em que pensa é em limpar ou guardar a mala para que não se degrade com o tempo. Infelizmente isso é um dos erros que muitas cometem e que tem consequências futuras nos acessórios. Por isso, para que consiga preservar a sua mala, siga estas dicas e truques para não ter de estar sempre a gastar dinheiro em malas novas.

Esvaziar

Primeiro que tudo deve esvaziar e sacudir por completo a mala antes de a guardar. Se conseguir aspirá-la ainda melhor. Isto irá prevenir que perca tempo em tirar tudo antes de a ter de usar outra vez (imaginando um caso em que esteja com pressa, não será o melhor momento para a limpar).

Limpar

Tente uma vez por semana limpar a mala com água morna e sabão, aplicando um pano húmido na parte de fora da mesma. Depois passe um pano seco e macio para secar bem. Lembre-se de nunca as guardar enquanto estiverem húmidas, molhadas ou sujas.

Produtos

Tenha muito cuidado com os produtos que aplica na mala, uma vez que há alguns que contêm substâncias químicas prejudiciais à qualidade da mesma (a cor e o próprio material podem desgastar-se). Normalmente produtos caseiros que a mulher usa, como o vinagre ou outro tipo, são os mais prejudiciais sem que saibamos. O ideal é usar produtos específicos para o material de que a mala é feita. Caso contrário, como já foi referido, a aparência da mala ficará ainda mais danificada e, consequentemente, também a sua funcionalidade. Uma das dicas é que teste noutro sítio o produto antes de aplicá-lo diretamente na mala. Isto poderá prevenir erros fatais.
Caso necessite de tirar manchas, aposte num produto de remoção de tinta para couro e siga todas as regras do mesmo. O aconselhável para um desaparecimento total de uma mancha exterior é tentar removê-la logo após o momento em que ela se sujar.
Se o cheiro da sua mala a incomoda, use fermento em pó. Coloque um saquinho com o produto e com o tempo ele desaparecerá.

Forma

Quando estiver em casa, tente sempre colocar um enchimento na sua mala. Isto irá prevenir que ela nunca perca a sua forma. Pode usar o enchimento que já veio com ela na hora da compra ou com almofadas mais pequenas que tenha. O que realmente não deve pôr é papel, pois com o tempo as traças começam a atacar.

Proteção

Tente proteger a mala com sacos de algodão ou flanela. Desta maneira o couro, ou outro material, não ficará "arranhado" caso esteja encostado a algum sítio. Já as malas que tenham pedras, missangas ou lantejoulas devem ser sempre  guardadas em sacos individuais para evitar o contato com outras peças.
Não deixe as suas malas penduradas em cabides por muito tempo, pois eles marcam e deformam as alças. Para as guardar, os sítios mais indicados são as prateleiras. Assim, facilitará a visualização e a ordem. Caso não tenha espaço pode também optar por cestos, caixas organizadoras transparentes ou gavetas.
Outra dica é não deixar a sua mala exposta ao sol demasiado tempo pois pode desgastar.

02
Dez17

OS OITO LUGARES ONDE NÃO DEVE ESCONDER DINHEIRO EM CASA


Cátia Sofia Santos

Seja porque não quer recorrer ao banco, seja porque quer ter dinheiro disponível para alguma emergência: guardar dinheiro em casa pode tornar-se mais complexo do que imagina. O site Brigth Side enumerou oito locais que não deve considerar para se proteger dos amigos do alheio e nós deixamos-lhe a lista.

 

1. No quintal

Pode até achar que é boa ideia mas há três fatores contra esta decisão: alguém pode vê-lo a esconder o dinheiro, se tiver animais domésticos, corre o risco que estes denunciem o esconderijo ou estraguem o dinheiro e as condições meteorológicas, como a chuva, podem comprometer o lugar escolhido uma vez que pode ficar ficar alagado.

2. No colchão

É um dos locais que mais se refere quando se fala da possibilidade de guardar dinheiro em casa. E a verdade é que há muita gente a considerar este local. Mas exatamente por ser tão conhecido, este não é de todo um bom local a ter em conta.

3. Na mala ou na carteira

Se é natural que quando saímos à rua andemos com dinheiro na mala ou na carteira, o mesmo vai acontecer em casa. Se anda com grandes somas de dinheiro na carteira deve começar a ter mais cuidado.

4. Em gavetas

As gavetas servem para guardarmos qualquer tipo de coisas, desde roupa a objetos e claro... dinheiro. A par da mala, da carteira e do colchão, as gavetas são dos locais onde os ladrões mais procuram por envelopes ou carteiras recheadas.

5. Em molduras

O site Brigth Side relembra que este é outro clássico quando pensamos em esconder dinheiro recordando que os ladrões também vêem os mesmos filmes que nós, logo têm a mesma perceção que nós temos.

7. No cesto da roupa

Até pode pensar que ninguém se lembraria de ir procurar por dinheiro escondido no cesto da roupa suja. Mas de certeza que alguém se vai lembrar de usar esse mesmo cesto para transportar objetos roubados. Por isso, pense duas vezes antes de considerar este esconderijo.

8. Em cofres que possam ser transportados

Muitas vezes encontramos em lojas pequenos cofres que à primeira vista podem parecer muito seguros para guardarmos dinheiro. O senão pode ser mesmo o dito cofre. Tudo o que possa ser transportado com facilidade não é um bom esconderijo.... cofres incluídos.

01
Dez17

APRENDA A CAUSAR UMA BOA IMPRESSÃO


Cátia Sofia Santos

Nem sempre é fácil conseguir mostrar a sua personalidade, quando conhece alguém pela primeira vez. Mas sabia que existem alguns truques que podem ajudá-lo? Dê uma vista de olhos.

Por muito que lhe seja dito que não devemos julgar ninguém pela sua aparência, a verdade é que esta pode fazer muita diferença à primeira vista. Quer seja a nível pessoal ou até mesmo profissional, o ideal é que uma boa impressão é meio caminho andando para despertar interesse nos outros. Saiba como o pode fazer com as seguintes dicas.

Sorriso - Além de ser o seu melhor cartão de visitas, sorrir enquanto conversa com alguém pela primeira vez, faz toda a diferença. Mas, não sorria imediatamente, espere que a pessoa se apresente ou então assim que se cumprimentarem. Isto vai fazer com que a outra pessoa, sinta que o seu sorriso foi exclusivo para ela e não uma obrigação.

Confiança - Embora durante uma conversa seja fundamental que todos concordem com o que está a ser dito, por vezes discordar pode ser algo mais positivo, mas sempre com argumentos bem fundamentados. O mais importante é que consiga convencer os outros com as suas ideias, ao sentir-se confortável com aquilo que está a dizer.

Utilidade - Faça com que a outra pessoa se sinta útil para consigo, isto é, peça algo emprestado ou até mesmo para lhe segurarem algo. Esta ação vai fazer com que o outro sinta que está a confiar nele e automaticamente, vai depositar mais confiança em si.

Positivo - Como esta é a primeira vez que se conhecem e estão juntos, opte por falar apenas de coisas boas. Durante a conversa pode sempre fazer algumas perguntas, de modo a que revele interesse em querer saber mais e conhecer melhor o outro.

Memorize - Memorizar o nome do outro nem sempre é fácil, mas o ideal é que o consiga fazer. Isto vai ajudá-lo a causar uma boa impressão!

Pés - Por muito estranho que pareça, a verdade é que os seus pés geralmente apontam sempre para onde quer ir, mas sabia que pode tirar partido disso? Principalmente nos primeiros contactos, assim é muito mais fácil conseguir perceber quando é que o outro quer sair, sem ser inconveniente.

Contacto visual - Manter o contacto visual durante toda a conversa, pode vir a revelar ser muito embaraçoso e intimidante. Assim, durante a conversa opte por olhas para os lados, afirmar com a cabeça ou simplesmente olhar para aquilo que estiverem a falar, caso seja um documento, uma estátua, ou por aí fora. O ideal é que mantenha um equilíbrio, que o faça parecer mais confiável e interessado na conversa.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Widgets